Perguntas mais frequentes

Os pelos encravados surgem, na grande maioria, em mulheres que possuem hormônios masculinos em níveis elevados ou nas que têm pelos que nascem enrolados. Como não é possível modificar esta característica, o que ocorre é que, ao ser retirado pela raiz, o pelo nasce mais fraco. Se a pele da cliente não estiver bem hidratada e a camada de queratina (células mortas que revestem a nossa pele) estiver espessa (ressecamento) o pelo não consegue romper a pele. O segredo é cuidar da pele usando esfoliantes e hidratantes.
Não. Depilar com cera quente ou roll-on não provoca as varizes, que são veias dilatadas que não têm a capacidade de retornar o sangue. Elas ficam localizadas muito abaixo da hipoderme, onde os efeitos da cera não alcançam, porém, se os sintomas de inflamação forem avançados com úlceras e flebite, não é recomendada a depilação nem mesmo com gilete. Aliás a depilação não é indicada em nenhum caso de alteração na pele.
Sim, é normal. A pele do rosto é muito sensível. Evitar a exposição solar usando filtro solar previne o aparecimento de manchas. Também é normal sentir coceira nas pernas após a depilação, pois a circulação foi ativada com a aplicação da cera e retirada do pelo. Na Pró Depil o cliente já sai com protetor solar ao fazer depilação no rosto. Temos a técnica de linha, que evita manchas, principalmente em peles mais claras.
A flacidez é causada pelo enfraquecimento das fibras de colágeno e elastina, que não são atingidas durante o processo de depilação a cera. Para evitar a flacidez evite o sol e as lâmpadas infravermelhas, principalmente nas pálpebras, pois a exposição excessiva à radiação causa danos às fibras colágenas e elásticas que sustentam a pele.
Primeiro é preciso avaliar quais são os produtos e componentes que te causa alergia. Se não for alérgica a nenhum produto da composição da cera, pode depilar sem problemas. Consulte seu médico.
Pode aparecer caso haja exposição ao sol sem o uso do protetor solar após a depilação ou se a cera quente for aplicada sobre algum tipo de ferimento. A cera retira a camada de proteção da pele, deixando-a mais exposta e vulnerável, portanto requer cuidado dobrado.
A cera quente dói menos pois atua como relaxante sobre a pele, dilatando os poros, o que facilita a retirada do pelo com mais facilidade e menos dor.
Sem duvida. Não se deve usar a mesma cera depilatória em outras clientes.Todos os materiais utilizados devem ser descartáveis.
A pele leva em torno de 28 dias para se recompor após a utilização de cera depilatória que retira a camada córnea da pele, deixando-a desprotegida. Então, manter esse intervalo de tempo é importante.
Depende. Siga sempre as orientações do seu obstetra. Alguns médicos aconselham a retirada de todos os pelos para facilitar os preparativos do parto. Porém, se o seu médico recomendar, sugerimos que a depilação seja feita a partir do 5º mês de gestação, para evitar a sensibilidade maior que as mulheres apresentam no 9º mês de gestação.
Não. Toda depilação realizada com a retirada dos pelos pela raiz faz com que os pelos levem em torno de 20 a 28 dias para crescer novamente.
Falso. Os pelos que resistem à depilação devem sim ser retirados com pinça para um melhor acabamento do trabalho realizado. Na depilação com cera quente a pele fica relaxada e os poros dilatados, facilitando a retirada, sem causar nenhum tipo de alteração em sua estrutura.
A depilação com cera quente não irrita a pele. Mas em alguns casos graves de pelos encravados este procedimento pode ser indicado, pois a lâmina vai esfoliar a pele, soltar os pelos encravados, facilitando a saída da pele quando crescer.
A temperatura da cera é a mesma no inverno ou no verão. A temperatura interna de cada indivíduo é que muda conforme o clima ou temperatura externa, tornando a cera mais suportável ou não.
Indicamos o uso de cera quente ou morna, pois não há pressão sobre a pele ao passar a cera no local. No caso da cera fria, há pressão sobre a pele para que o pelo grude nela, o que pode levar a rompimento dos vasos.
Pode não ser alergia. Ao fazer uma depilação pela primeira vez, principalmente em uma área muito sensível, é possível que a pele apresente uma irritação que chamamos de foliculite (inflamação do folículo piloso) devido à agressão natural gerada pela depilação e por ser uma área de fácil contato com as mãos que podem transmitir bactérias.
A depilação é desaconselhada para qualquer tipo de tratamento em sua pele com produtos à base de ácidos ou mesmo tomando medicações via oral com o intuito de tratar a pele através de descamação da mesma. Sugerimos que o tratamento com ácidos seja interrompido pelo prazo mínimo de 7 dias antes de se depilar. Consulte seu médico.
Não deve haver exposição excessivamente ao sol por, no mínimo, 24 horas antes e 24 horas depois de se depilar. Antes: ao ser expor ao sol antes de se depilar, sua pele fica mais sensível e a temperatura da cera em contato com a pele sensível pode causar queimaduras ou mesmo causar manchas. Depois: ao se expor no sol após a depilação, você está expondo uma pele sem a proteção natural dela aos raios solares. Após a depilação a pele também fica sensível, mesmo que você não perceba. Ao se expor ao sol direto, mesmo que com filtro solar, você poderá prejudicar sua pele e causar manchas. IMPORTANTE: Se você estiver muito bronzeada pelo sol ou pelo uso de qualquer produto químico, e desejar fazer depilação, corre o risco de perder o bronzeado e ficar com a aparência desbotada no local onde a cera foi aplicada. USE SEMPRE FILTRO SOLAR EM TODO O CORPO.
Não é recomendado por vários motivos: pode causar algum tipo de reação, seu uso tira a sensibilidade da pele podendo prejudicar no resultado final de sua depilação causando danos à mesma.